Faça o atendimento online com um de nossos consultores e agende uma visita com horário reservado e exclusivo.
menu
Benefícios e Vantagens do Programa Casa Verde e Amarela

Benefícios e Vantagens do Programa Casa Verde e Amarela


O programa habitacional “Casa Verde e Amarela” foi criado pelo Governo Federal em substituição ao Programa “Minha Casa Minha Vida”,. com objetivo de oferecer melhores condições de moradia, por meio de financiamento imobiliário, essencialmente, à famílias de baixa renda.

Lançado em agosto de 2020, o programa tem como uma de suas metas alcançar a marca de 1,6 milhão de famílias e proporcionar o acesso ao sonho da casa própria.

Confira algumas vantagens do programa:

 

Melhores taxas de juros

As taxas de juros, estão mais baixas no Casa Verde e Amarela, principalmente para os que forem cotistas do FGTS. Na Região Sudeste, o percentual mínimo tem início em 4,5%, com variações de acordo com a renda familiar do solicitante. 

O programa alcança famílias com rendimentos mensais de até R$ 7.000,00, . Com taxas e juros aplicáveis de acordo a faixa de rendimento de cada família.

 

Ampliação do teto do valor dos imóveis

Com o objetivo de incentivar as empresas do ramo da construção civil a investir nas áreas mais desassistidas, o Casa Verde e Amarela ampliou o valor dos imóveis financiados. Com isso, os interessados poderão adquirir unidades com preços mais elevados, de acordo com a renda auferida pelo núcleo familiar.

 

Regularização fundiária

Além do financiamento habitacional, o programa oferece às famílias de todo o País a possibilidade de regularizar a situação da sua moradia. A expectativa do Governo é reduzir os casos de disputa de terra, ampliar o acesso ao crédito e formalizar a posse real do imóvel. O público-alvo desta medida são famílias com renda de até R$ 5.000,00 e residentes em territórios urbanos, desde que não localizados em área de risco.

 

Melhorias habitacionais

Famílias de baixa renda também poderão reformar suas casas por meio do programa Casa Verde e Amarela. Para isso, a família precisa ter renda mensal de até R$ 2.000,00 e deve estar inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais, o Cadúnico.

Além disso, o solicitante precisa ter mais de 18 anos e não pode ser proprietário de outros imóveis. Essa medida busca oferecer uma moradia mais digna às famílias, proporcionando a reforma de áreas desgastadas, a construção de banheiros, assentamento de pisos e instalações elétricas e hidráulicas.

 

Compartilhe

Curta nossas páginas
nas redes sociais